Noticias Brasil

Peru declara estado de emergência em partes do país por gangues criminosas

O governo do Peru declarou situação de emergência nas províncias de Trujillo e Pataz devido a atividades criminosas e problemas de insegurança.

O anúncio foi feito, nesta segunda-feira (12), pelo presidente do Conselho de Ministros do Peru, Alberto Otálora.

A declaração implica que nestas províncias a atividade de negócios e espetáculos, bem como a realização de eventos sociais, deve ser suspensa entre a meia-noite e as 4h.

“Enfrentamos gangues organizadas que perturbam a paz e a tranquilidade”, escreveu Otálora no X (antigo Twitter).

Além disso, as forças de segurança aumentarão a sua presença em ambos os locais.

Em Trujillo, a Polícia Nacional deve zelar pela ordem interna com o apoio das Forças Armadas; enquanto em Pataz a ordem interna será da responsabilidade das Forças Armadas e a Polícia Nacional prestará apoio.

Otálora disse que a declaração é necessária devido ao aumento da insegurança e explicou que em Trujillo ocorreram 30 mil crimes e 11 mil roubos em 2023 e que este ano houve em média uma morte por dia.

Quanto a Pataz, destacou que as gangues criminosas se dedicam à mineração ilegal, à extorsão e à exploração laboral e sexual.

Estas cidades não são as únicas onde o governo do Peru declarou emergência devido à insegurança e à violência.

Em setembro, a presidente Dina Boluarte anunciou esta medida para dois distritos de Lima, San Juan de Lurigancho e San Martín de Porres, e para Talara, no departamento de Piura.




Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo