Noticias Bahia

Notícias Adab Em Paulo Afonso, Seagri e ADAB tratam da reativação da Câmara Setorial do Leite

O cenário pecuário de Paulo Afonso, no norte da Bahia, ganhou destaque em um encontro que reuniu representantes da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) e líderes do setor produtivo do leite. A agenda, realizada na última quarta-feira, 29, no Auditório Edson Teixeira Barbosa, teve a presença de veterinários, empresários, representantes de laticínios e agentes vacinadores para discutir estratégias de combate à brucelose, além de abordar a reativação e fortalecimento da Câmara Setorial do Leite.

Keyla Soares, engenheira agrônoma da Seagri e coordenadora executiva das Câmaras Setoriais, durante a reunião, divulgou a reativação dos colegiados para representantes de laticínios da região, com foco na adesão voluntária, sendo este, um projeto de ação conjunta da Seagri e ADAB. Estas ações incluem a realização de capacitações, campanhas de conscientização e o acompanhamento contínuo das Câmaras Setoriais.

“A agenda inclui o compromisso de um acompanhamento constante da situação sanitária local e de organização do setor produtivo. Esta iniciativa é fruto da colaboração entre o Governo do Estado, representado pela Seagri e ADAB, e a cadeia produtiva de Paulo Afonso. Isso evidencia o alinhamento dessas entidades com a promoção do desenvolvimento sustentável e a incessante busca pela excelência na produção agropecuária, seguindo orientação do governador Jerônimo Rodrigues e do nosso secretário Wallison Tum”, pontuou a agrônoma.

A brucelose é uma zoonose, doença que pode atingir o ser humano, e traz prejuízos econômicos e sanitários à atividade leiteira. Daí a relevância do tema, além das parcerias entre o governo e o setor produtivo diante de desafios. “Estamos firmemente comprometidos em trabalhar em estreita colaboração com os produtores, assegurando a saúde dos rebanhos e a qualidade dos produtos agropecuários, por meio do incremento da vacinação de brucelose na região”, disse a médica veterinária da Adab e Coordenadora do Programa Nacional de Controle e Erradicação de Brucelose e Tuberculose (PNCEBT-Ba), Luciana Ávila, reforçando a necessidade de uma abordagem unificada para mitigar os impactos da brucelose entre as entidades governamentais e os produtores.

Para Nilson Tenório, médico veterinário que atua em Paulo Afonso, encontros que discutam a prevenção da brucelose potencializam a capacidade de produtividade, o cuidado, bem como, o controle com o rebanho. Os participantes enfatizaram também a importância de incentivar a adoção de boas práticas agropecuárias. O intercâmbio de conhecimentos entre a Seagri, ADAB e os produtores locais foi destacado como um passo fundamental para o fortalecimento do setor na região.

Dados do setor produtivo de Paulo Afonso: Segundo o IBGE, o efetivo do rebanho em Paulo Afonso é de 15.963 cabeças. Este número reflete a relevância, além da capacidade de produção do setor na região, destacando a importância de iniciativas colaborativas como a discutida na reunião.   

O rebanho bovino e bubalino em toda a Bahia está estimado em cerca de 13 milhões de cabeças, com destaque para o rebanho de fêmeas de zero a 12 meses, ultrapassando um milhão de animais. A Bahia conta com 1.242 médicos veterinários cadastrados, 308 vacinadores auxiliares e aproximadamente mil lojas agropecuárias, das quais 469 possuem estoque da vacina B19, a mais usada para bezerras de três a oito meses.

Os índices de vacinação na Bahia nos últimos cinco anos, apesar das variações em função da diversidade climática e estrutural das cadeias produtivas, permaneceram acima da média nacional, oscilando em média de 65%.

Ascom Seagri


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo