Noticias Brasil

Milei muda o tom e agradece a Xi Jinping por carta parabenizando eleição argentina

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, agradeceu na quarta-feira (22) ao presidente chinês, Xi Jinping, por uma carta parabenizando-o pelos resultados das eleições do último domingo (19), suavizando o tom das duras críticas anteriores à liderança comunista da China.

“Agradeço ao presidente Xi Jinping pelos parabéns e bons votos”, disse Milei em sua conta pessoal no X.

“Envio-lhe os meus mais sinceros votos de bem-estar do povo chinês”, disse ele, compartilhando a fotografia de uma carta de Xi Jinping traduzida para espanhol.

 

Em campanha eleitoral, Milei, um ultradireitista, adotou um tom muito diferente, sugerindo que hesitaria em fazer negócios com a China devido às restrições do seu governo às liberdades individuais.

A China é o segundo maior parceiro comercial da Argentina, depois do Brasil.

O presidente da China disse na sua mensagem de felicitações ao líder sul-americano que atribui grande importância ao desenvolvimento das relações China-Argentina, informou a emissora estatal chinesa CCTV.

“Estou pronto para trabalhar com o presidente eleito Milei para continuar a amizade China-Argentina, ajudar o desenvolvimento e a revitalização dos nossos respectivos países através de uma cooperação ganha-ganha e promover o desenvolvimento constante e de longo alcance das relações China-Argentina”, disse Xi Jiping em sua mensagem para Milei.

Veja também: Conheça o novo presidente da Argentina, Javier Milei

Xi Jiping acrescentou que ambos os países são grandes países em desenvolvimento com importantes mercados emergentes que se apoiaram firmemente em questões que envolvem os seus interesses essenciais.

Milei, que assumirá o cargo em 10 de dezembro, herdará um país em crise econômica, com uma inflação anual de três dígitos, reservas cambiais esgotadas e uma taxa de pobreza que subiu acima de 40%.

Milei também criticou o grupo Brics de grandes economias emergentes, que inclui a China, ao lado do bloco comercial sul-americano Mercosul e do vizinho Brasil, a maior economia da região.

Desde a eleição, Milei suavizou o tom com muitos que criticou anteriormente, incluindo o seu compatriota, o Papa Francisco.

Em uma postagem separada na quarta-feira, Milei agradeceu ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump, pelos parabéns de sua equipe de campanha e disse que espera encontrá-lo em breve.

(Escrito por Sarah Morland; editado por Kylie Madry e Simon Cameron-Moore)




Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo