Noticias Brasil

Lula diz que Prates tem “cabeça muito fértil“, após chefe da Petrobras falar em abertura de unidade no Oriente Médio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou neste domingo (3) que desconhece a intenção de Jean Paul Prates, presidente da Petrobras, em estudar a possibilidade de abrir uma sucursal no Oriente Médio. Lula concedeu entrevista a jornalistas, após sua participação na COP28, em Dubai.

“Você deve fazer a pergunta para o Jean Paul Prates. Eu não fui informado que a gente vai criar uma Petrobras aqui”, disse Lula.

“Como a cabeça dele é muito fértil e ele pensa na velocidade de Fórmula 1, e eu funciono numa velocidade de Volkswagen, preciso aprender o que é isso que ele vai fazer. Se a Petrobras tem algum investimento para fazer aqui, eu não sei no quê”, afirmou o presidente brasileiro em coletiva.

Veja também: Brasil deve ingressar na Opep+ como observador, diz Prates

De acordo com uma reportagem da Bloomberg News, o presidente da Petrobras afirmou, por meio de uma mensagem, que a empresa iniciará estudos para avaliar a abertura de uma unidade da Petrobras no Oriente Médio, após o anúncio de que o Brasil irá aderir à Opep+.

Ao Valor Econômico, Prates disse que a subsidiária seria chamada de “Petrobras Arábia”. O presidente da Petrobras integra a comitiva de Lula, que viajou para conferência do clima da ONU.

Discursos diferentes

A discussão sobre a possibilidade de a Petrobras abrir uma unidade no Golfo Arábico acontece enquanto o governo brasileiro tenta se colocar como exemplo na transição energética limpa.

Ao mesmo tempo, o presidente Lula confirmou que o país irá participar da Opep+, um subgrupo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, mas que não têm poder de voto.

Durante a coletiva de imprensa, Lula disse que a Petrobras não vai deixar de prospectar petróleo. “É importante lembrar isso, porque o combustível fóssil ainda vai funcionar durante muito tempo na economia mundial. Enquanto ele funcionar, nós vamos conseguir pegar petróleo, vamos melhorar a qualidade da gasolina.”

Lula ainda disse que, em meio ao processo de transição energética, a Petrobras não deve se limitar apenas a petróleo. “A Petrobras, enquanto empresa, ela vai ter que fazer o que precisar fazer para se transformar numa grande empresa e ajudar o Brasil crescer.”

“Mas, ao mesmo tempo, a Petrobras vai se transformar numa empresa não de petróleo apenas. Numa empresa que vai cuidar da energia como um todo”, disse o petista.

Constrangimento

Em caráter reservado, aliados de Lula consideraram o anúncio feito pelo presidente Petrobras como desrespeitoso com o presidente brasileiro. Uma fonte afirmou que o tema deveria ter sido discutido anteriormente e que Lula deveria ter sido avisado.

Além disso, segundo foi apurado, o tema foge da lógica de trazer empregos para o Brasil.


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo