Noticias Brasil

Jogadores do Talleres são detidos por desacato a policiais militares

Dois jogadores do Talleres foram detidos por desacato e precisaram prestar depoimento depois da derrota de 2 a 0 para o São Paulo, nesta quarta-feira (29), no MorumBis, na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

O goleiro reserva Lautaro Morales e o meia Portilla foram conduzidos à sala dos Juizados Especiais Criminais (Jecrim), localizada no estádio tricolor, depois de se envolverem em uma confusão com policiais militares.

Segundo o delegado de polícia titular da Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (DRADE), César Saad, a dupla prestou depoimento e, em seguida, foi liberada sob a condição pagar uma multa, cujo valor não foi revelado até a publicação desta reportagem.

O pagamento será revertido às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

“Logo após o apito final do árbitro, o goleiro reserva passou pelo trio de policiais militares que fazia a escolta da arbitragem, os mesmos que haviam estado ali no meio do campo no intervalo, passou e proferiu xingamentos a eles”, afirmou o delegado César Saad.

“Isso foi claro. Testemunhado por vários outros policiais e pessoas que estavam no campo. E no túnel de acesso aos vestiários, um outro atleta (Portilla) passou e xingou também os policiais na frente de outras pessoas”, acrescentou.

Segundo Saad, os dois jogadores do Talleres foram detidos ainda no vestiário do MorumBis.

“Eles foram detidos ainda no vestiário, foram encaminhados aqui para a delegacia, para o Jecrim, para o Juizado, onde estão sendo autuados por desacato e vão passar aqui mesmo por audiência para serem liberados após a audiência”, declarou.

“Eu conversei com a com a defensora e vai ser arbitrada uma multa. Eles aceitaram o pagamento dessa multa e ambos os valores serão revertidos para as vítimas da enchente (no Rio Grande do Sul)”, finalizou.


Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo