Noticias Bahia

II Fórum Bahia-China celebra 50 anos de relação bilateral

O II Fórum Bahia-China é uma realização do Governo da Bahia, por meio da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), para marcar as celebrações dos 50 anos da relação bilateral Brasil-China no estado. A cerimônia acontecerá na próxima terça-feira (21), das 8h às 17h, no Hotel Deville, em Salvador-BA. Inscrições abertas no site, onde é possível conferir a programação do evento.

O encontro dará continuidade às discussões do intercâmbio da SEI com a Academia de Pesquisas Macroeconômicas de Shandong (China) sobre temas estratégicos para o desenvolvimento da Bahia: Logística de Transportes, Economia de Baixo Carbono, Transição Energética e Cidades Inteligentes. De forma complementar, a SEI e a comitiva chinesa realizam uma agenda de compromissos e trabalhos entre os dias 20 e 23 de maio, a fim de avançar nos estudos sobre os temas. 

Foto ilustrativa: Ascom/SEI

Participam do fórum autoridades brasileiras e chinesas, representantes de empresas e investidores e uma comitiva da Academia de Shandong que irá tratar dos estudos conjuntos com a SEI. A comitiva inclui seis pesquisadores-doutores da universidade chinesa, incluindo a reitora, Zhang Zhongying, os diretores de departamentos Liu Wentao, Ren Dong, Wang An, Liu Dejun e a pesquisadora associada Qi Zhen. 

O objetivo do fórum é celebrar e fomentar as relações científicas, culturais, institucionais e comerciais entre a China e a Bahia. Na oportunidade, haverá o lançamento do livro “China Brasil, 50 Anos de Diplomacia – Novas rotas para um novo tempo”, com a participação da Agência Brasileira de Imprensa, Comunicação e Eventos – AbraPress e do Consulado-geral da República Popular da China no Rio de Janeiro, com a presença da Cônsul-geral, Sra. Tian Min.

Também estão confirmadas as presenças dos secretários de Estado Afonso Florence (Casa Civil), Davidson Magalhães (Setre), Ângelo Almeida (SDE), Maurício Bacelar (Setur), entre outros, o diretor-geral da SEI, José Acácio Ferreira, o presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Henrique Carballal, o presidente da Companhia de Docas da Bahia (CODEBA), Antônio Gobbo, entre outras lideranças do Governo. 

Relação bilateral
A dimensão atual assumida pela parceria sino-brasileira reflete enormes avanços e potencial e justifica a posição prioritária que ocupa na política externa do governo brasileiro e nas articulações promovidas pelo Governo da Bahia. Boletins do Comércio Exterior da SEI apontam que, a partir de 2007, a China passou a listar entre os cinco maiores destinos para as exportações baianas, passando a ser, já em 2009, o principal mercado para as exportações do estado. Em 2012, a China se consolida definitivamente como maior mercado para os produtos exportados pela Bahia. Embora o comércio bilateral entre a Bahia e a China possa ser considerado bem-sucedido devido ao seu vertiginoso crescimento, ele ainda pode ser ampliado em vista do potencial de seu mercado consumidor. No que se refere às importações, a China nos últimos 15 anos, sempre esteve entre os cinco maiores fornecedores do estado, ocupando nos últimos dois anos a vice-liderança, atrás dos EUA. 

As parcerias incluem ainda os investimentos em infraestrutura e instalação de empresas chinesas intensivas em tecnologia em solo baiano e expandem-se, por meio da parceria com a SEI, para a elaboração de estudos e projetos conjuntos que visam a produção de informação para subsidiar o desenvolvimento estratégico de médio e longo prazo do estado. 

Serviço

O quê: II FÓRUM BAHIA-CHINA

Quando: 21 de maio, 8h às 17h

Onde: Hotel Deville – Rua Passárgada, s/n, Itapuã

Credenciamento para imprensa : imprensa@sei.ba.gov.br; (71) 98856-0656 / 99708-0782

Fonte: Ascom/SEI


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo