Noticias Sul da Bahia

Governo do Estado fez investimentos no Hospital de Base cujo CTI equipado é entregue

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM), instituição administrada pela Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), recebeu nesta quarta-feira, dia 6, o CTI II requalificado e equipado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde da Bahia (SESAB).

A entrega do novo equipamento para salvar vidas acontece com a participação da secretária sstadual de Saúde, Roberta Santana, da secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, do prefeito Augusto Castro (PSD), secretários, direção-executiva e colaboradores da unidade hospitalar, além de representantes da CONDER, Poder Legislativo e do Conselho Municipal de Saúde e da imprensa.

Durante a solenidade, o diretor-presidente da FASI, Roberto Pacheco Jr, destacou que foi graças à forte parceria do prefeito Augusto Castro com o Governo do Estado, por meio do governador Jerônimo Rodrigues, que a reforma da unidade hospitalar está acontecendo.

“O prefeito cumpre o que promete. São 10 leitos com equipamentos tecnológicos novos entregues, o que mostra o respeito e o compromisso da gestão com a nossa população. O Hospital de Base vai ter o tamanho que merece”, declarou.

Além das obras de reforma, o Governo do Estado investiu cerca de R$ 1,2 milhões em equipamentos e aparelhos de última geração para o novo CTI, dentre os quais se destacam: monitores, cama fawler, ventiladores pulmonares, eletrocardiógrafo, marcapassos cardíacos, scanner de veias, cadeiras de rodas, ultrassom portátil, aparelho de raio x, ventilômetros, cardioversores, carros de medicação beira leito e poltronas reclináveis p/ fisioterapia.

A entrega do novo CTI, com os módulos provisórios do Centro Administrativo e parte do Pronto-Socorro, marca o fim da primeira fase das obras da unidade hospitalar onde estão sendo investidos pela SESAB R$ 60 milhões.

A próxima etapa será a ampliação, com a construção do novo prédio que vai contemplar as unidades de urgência e emergência, 20 leitos de UTI, seis salas cirúrgicas, unidade de apoio ao diagnóstico (tomografia, raio x, ultrassom, endoscopia e ressonância magnética), além de melhorias nos setores administrativos.

A responsabilidade e a execução das obras do HBLEM, orçadas em R$ 60 milhões, são da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER).

 


Source link

Show More

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button