Noticias Bahia

Feira Baiana da Agricultura Familiar contará com coleta seletiva solidária

Na busca por práticas sustentáveis ​​e inclusivas, a 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontece de 13 a 17 de dezembro, no Parque Costa Azul, em Salvador, contará com uma parceria fundamental e inovadora: catadores de materiais recicláveis ​​do Centro de Arte e Meio Ambiente (CAMA). A participação do CAMA foi tema do Podcast Agricultura Familiar, transmitido ao vivo, nesta segunda-feira (4), e disponível no canal da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), no YouTube: CARBahia.

A proposta, de iniciativa do CAMA, que tem 27 anos de atuação junto a catadores ​​e empreendimentos econômicos solidários, visa não apenas contribuir para a redução dos impactos socioambientais, mas também fomentar a economia solidária, o empreendedorismo e a inovação, além de gerar trabalho e renda por meio da gestão de resíduos sólidos gerados durante o evento. A proposta é inovadora e envolve a participação ativa de catadores autônomos e cooperativos.

Para realizar o gerenciamento dos resíduos, será instalada uma central de apoio aos catadores, que realizarão as coletas utilizando sacolas retornáveis ​​feitas de lona reaproveitada. Essa abordagem não só contribui para a sustentabilidade ambiental, mas também inclui social e economicamente os catadores independentes e cooperativados, bem como as mulheres do grupo de Costura Solidária, que trabalham com reaproveitamento de lonas.

Ana Carine Oliveira, coordenadora executiva do Centro, destaca a importância dessa parceria. “É a primeira ação de coleta seletiva nessa feira. Vai ser importante tanto para os catadores quanto para as mulheres costureiras que fazem parte do CAMA, que trabalham com reaproveitamento de lona vinílica. Elas se agregam a esses catadores para realizar uma ação conjunta de sustentabilidade”.

Educação Ambiental e Conscientização

No estande Coleta Seletiva Solidária, o público da Feira terá a oportunidade de vivenciar a coleta seletiva, a separação de materiais e elementos que promovem mudanças de comportamento em prol da sustentabilidade. Além disso, há ações de educação ambiental e um lounge sustentável para conscientização sobre a importância de práticas sustentáveis ​​no cotidiano.

A iniciativa não apenas contribui para a diminuição dos impactos ambientais, mas também destaca o papel fundamental dos catadores na construção de uma sociedade mais sustentável e inclusiva. A Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, ao abraçar essa ação, torna-se um espaço não apenas de negócios, mas também de conscientização e transformação.

A 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária é realizada pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), em parceria com a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes-Bahia), com o apoio do Ministério de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) e da Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem).

Durante cinco dias, quem visitar a Feira vai ter acesso à comercialização de mais de três mil produtos nos 27 armazéns territoriais, na Tenda Brasil, Tenda Quilombola, Tenda Indígena, Tenda do Artesanato. Poderá ainda aproveitar as atrações musicais e uma Praça Gastronômica onde poderão se deliciar com iguarias diversificadas de todos os cantos do estado, como maniçoba, cuscuz com bode, galinha caipira, moquecas e mariscos, petiscos de bode, tilápia e suíno, chopes e cervejas de licuri, de umbu, de caju e de cacau, drinks de café, picolés e sorvetes de licuri e de sabores do cerrado, além de cachaçaria, tapiocaria e muito mais.

Fonte: Ascom/CAR


Source link

Show More

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button