Noticias Brasil

Dois dias após a chuva, Enel diz que normalizou fornecimento a clientes afetados

A Enel informou que terminou de restabelecer, nesta sexta-feira (17), a energia dos clientes que tiveram o fornecimento interrompido após o temporal que atingiu São Paulo na última quarta (15). Na ocasião, 290 mil imóveis ficaram sem o serviço. A luz foi sendo restaurada de forma gradual.

Segundo a concessionária, técnicos da companhia seguem trabalhando em casos pontuais de falta de luz registrados ontem (16). “A forte chuva provocou queda de árvores sobre a rede e arremessou galhos e outros objetos sobre a fiação. A empresa reforçou imediatamente o seu efetivo em campo e mobilizou cerca de 900 equipes nas ruas”, diz nota divulgada na manhã de hoje.

A queda de energia registrada na quarta-feira (15)  foi a segunda ocorrida neste mês após chuvas fortes atingirem São Paulo. No dia 3 de novembro, quase 2,1 milhões de pessoas ficaram sem luz em todo o estado após um temporal. Na ocasião, a Enel levou cerca de uma semana para normalizar o serviço para todos os clientes.

Com o fim da onda de calor que afeta o país previsto para este final de semana, uma frente fria deve provocar mais tempestades no estado. A Defesa Civil emitiu um alerta para temporais seguidos de raios, granizo e rajadas de vento.

Questionado por deputados paulistas na CPI da Enel sobre a empresa estar preparada para lidar com as novas chuvas previstas, o presidente da Enel Brasil, Nicola Cotugno, reconheceu que “não será possível realizar o máximo possível” em função do período curto de tempo entre dois eventos climáticos considerados “raros”, de ventanias tão fortes. Apesar disso, Cotugno afirmou que a Enel já está trabalhando com maior contingente, com cerca de 1.200 equipes e aproximadamente 3.000 pessoas nas ruas para atender a ocorrências decorrentes das chuvas.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), disse em agenda nesta quinta-feira (16), que pediu para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) cancelar o contrato de concessão com a Enel. Em nota, a Aneel informou instaurou um processo de fiscalização na Enel, em conjunto com a ARSESP e tem dado prioridade máxima ao tema.


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo