Noticias Brasil

Cruzeiro vê “rodada perfeita“, e UFMG aponta risco de rebaixamento muito baixo

36ª rodada do Campeonato Brasileiro começou de forma perfeita para o Cruzeiro. Na luta contra o rebaixamento, o time viu todos os seus rivais diretos serem derrotados. Como consequência, o risco de queda celeste, apontado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), caiu de 5,7% para 1,8% nesta quarta-feira (29).

O Cruzeiro só entra em campo pela 36ª rodada nesta quinta-feira (30), às 20h, no Mineirão, em Belo Horizonte, contra o Athletico-PR. Se vencer, o clube mineiro selará a sua permanência na elite do futebol nacional em 2024. No momento, a Raposa tem 44 pontos e ocupa a 14ª posição na tabela.

A “rodada perfeita” do Cruzeiro começou na terça-feira (28), com a derrota do Vasco para o Corinthians, por 3 a 2, em São Januário, no Rio de Janeiro. Com o revés, o cruz-maltino ficou com 42 pontos, dois abaixo da Raposa. No momento, o clube carioca é o 16º colocado e tem risco de queda de 32%.

Já nesta quarta-feira (29), as derrotas de Santos e Bahia, como mandantes, aliviaram ainda mais a situação do Cruzeiro na briga contra o descenso.

O Bahia foi batido pelo São Paulo por 1 a 0, na Fonte Nova, em Salvador. O Tricolor ficou com 41 pontos e na 17ª posição, a primeira dentro da zona de rebaixamento. Segundo o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da UFMG, o risco de queda dos baianos é de 50,4%.

O Santos, por sua vez, foi goleado por 3 a 0 para o Fluminense na Vila Belmiro, em Santos, e ficou na 15ª colocação, com 43 pontos, um abaixo do Cruzeiro. Com esse resultado, o risco de rebaixamento do Peixe ficou em 15,9%.

Dos clubes ameaçados, o Goiás é o que tem a pior situação na luta contra o rebaixamento. Mesmo sem entrar em campo na 36ª rodada, o Esmeraldino, dono de 35 pontos, tem risco de cair para a Série B de 99,21%. O representante goiano na elite nacional jogará nesta quinta-feira (30), às 19h, contra o Grêmio, na Arena, em Porto Alegre.

Coritiba e América-MG já estão matematicamente rebaixados à Segundona.

Risco de rebaixamento dos clubes ameaçados

  • Goiás – 99,21% (tem um jogo a menos)
  • Bahia – 50,4%
  • Vasco – 32%
  • Santos – 15,9%
  • Cruzeiro – 1,8%
  • Fortaleza – 0,55%
  • Corinthians – 0,009%

 

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo