Noticias Brasil

COP28: Marina Silva pede que fundos soberanos financiem conservação das florestas

Ao discursar em um painel sobre proteção florestal, na COP28, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se emocionou, enquanto falava de sua ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. “Eu não poderia utilizar a palavra sobre a floresta se tenho no meu governo uma pessoa da floresta. A Marina nasceu na floresta, se alfabetizou aos 16 anos. Eu acho que é justo que para falar da floresta, ao invés de falar o presidente, que é de um Estado que não é da floresta, a gente tem é que ouvir ela”, disse. Lula também disse ser a primeira conferência do clima em que “as florestas falam por si”.

A conferência teve como objetivo serviu para aprofundar a cooperação entre países, em torno da preservação de florestas.

A ministra de Lula também se emocionou, quando foi chamada para discursar. “É uma grande honra para mim estar aqui neste fórum que trata de oceanos, de florestas, com tantas iniciativas”, disse.

Marina Silva voltou a citar uma proposta apresentada pelo Brasil de preservação das florestas. A ideia é que países com fundos soberanos coloquem recursos em um fundo criado para garantir a conservação das florestas tropicais.

Ao final do discurso, a ministra cobrou ajuda de todos os setores da sociedade para preservação ambiental. “Proteger florestas é proteger o equilíbrio do planeta e dos oceanos. Muito obrigada por essa honraria. E eu quero deixar nos anais deste encontro o seu discurso, que com certeza é um discurso histórico, e que Vossa Excelência me deu a honra de fazê-lo”.


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo