Noticias Bahia

Colóquio Internacional: Bahia apresenta potencialidades a embaixadores africanos

Embaixadores de 17 países do continente africano participaram, nesta quarta-feira (22), em Salvador, do Colóquio Internacional Conexão Bahia-África. O evento pretende fortalecer os laços entre o estado e os países africanos, com a troca de experiência e a cooperação sul-sul, modalidade de compartilhamento de desafios e experiências semelhantes entre países em desenvolvimento.

O Colóquio Internacional Conexão Bahia-África promoveu debates estruturados nos eixos de Desenvolvimento Socioeconômico e Sustentável; Educação, Ciência e Tecnologia para Ações Afirmativas; Cultura e Patrimônio Material e Imaterial; e Políticas Públicas de Inclusão Social, Produtiva e de Geração de Emprego e Renda. Trata-se de uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi).

Foto: Feijão Almeida/GOVBA

“É a primeira vez que o estado da Bahia recebe uma missão como esta, com 17 chefes de delegações, apresentando 54 países do continente africano, que buscam diretamente, nesse ambiente de retomado do Brasil no plano internacional, sobretudo na perspectiva da cooperação sul-sul, aprofundar os laços com o nosso estado e conhecer as nossas boas práticas na gestão pública, na área do desenvolvimento rural, econômico, educacional, científico/tecnológico e das políticas de promoção da igualdade racial e de gênero”, explicou a titular da Sepromi, Ângela Guimarães.

Entre as secretarias e autarquias, além da Sepromi, participaram da programação a de Desenvolvimento Econômico (SDE), do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), de Desenvolvimento Rural (SDR), do Meio Ambiente (Sema), do Turismo (Setur), da Cultura (Secult) e da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento (Seplan).

Foto: Feijão Almeida/GOVBA

“Temos grandes expectativas, porque os laços entre a África e o Brasil, em geral, e a Bahia em particular, estão profundamente enraizados na história, na cultura, na geografia e em muitas outras coisas”, afirmou o embaixador de Camarões no Brasil e chefe da delegação africana, Martin Mbeng.

O diplomata camaronês e a delegação africana desembarcaram na Bahia no último dia 18 de novembro. Além de um encontro com o governador Jerônimo Rodrigues, na sede do governo baiano, a delegação já visitou a sede do Ilê Aiyê e o Vale do Dendê, em Salvador, e a sede da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em São Francisco do Conde, no Recôncavo baiano.

Foto: Feijão Almeida/GOVBA

“Há muito que podemos fazer juntos, além da cultura. Vimos estudantes africanos se conectando com seus irmãos no Brasil. Essa é uma massa crítica e mostra o potencial que temos juntos. África e Bahia trabalhando juntas para o bem comum. Compartilhamos sua história e somos inspirados por seus desafios e experiências. Precisamos nos unir e fazer mais por nós mesmos”, defendeu Mbeng.

O Colóquio Internacional Conexão Bahia-África faz parte da agenda da comitiva de embaixadores africanos no estado, entre os dias 18 e 23 de novembro. O grupo também participou da programação do Dia Nacional da Consciência Negra e promoveu reuniões com empresas baianas com interesse em negócios com os países africanos, especialmente empresários e empreendedores negros. Realizou, ainda, encontros com universidades, intelectuais afro-brasileiros, instituições, organizações sociais e não governamentais e intercâmbios culturais.

Repórter: David Mendes/GOVBA

Confira, abaixo, a galeria de fotos desta matéria.

Colóquio Internacional Conexão Bahia África


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo