Noticias Brasil

China discute segurança e negócios com a Coreia do Sul, aliada dos EUA e Japão

O primeiro-ministro chinês, Li Qiang, concordou neste domingo (26) com o presidente sul-coreano, Yoon Suk Yeol, em lançar um diálogo diplomático e de segurança, retomando ainda as negociações de livre comércio. Li também discutiu tensões em torno de Taiwan com o primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida.

Os líderes realizaram reuniões bilaterais em Seul, um dia antes da primeira cúpula dos três vizinhos asiáticos em mais de quatro anos.

A China, a Coreia do Sul e o Japão, aliados dos EUA, tentam regular a crescente desconfiança em meio à rivalidade entre Pequim e Washington e às tensões sobre Taiwan.

As expectativas são baixas para a cúpula trilateral de segunda-feira (17), mas mesmo apertos de mão ajudariam a manter pelo menos alguma diplomacia de alto nível após anos de deterioração das relações, dizem diplomatas e autoridades.

Yoon disse a Li que a Coreia do Sul e a China devem trabalhar juntas não só para promover interesses partilhados baseados no respeito mútuo, mas também em questões regionais e globais para enfrentar desafios comuns. Ele citou a invasão da Ucrânia pela Rússia, o conflito entre Israel e Hamas e as incertezas econômicas globais.

“Espero continuar a fortalecer a cooperação bilateral mesmo diante das complexas crises globais de hoje”, disse Yoon no início da reunião, de acordo com o seu gabinete.


Source link

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo